Acolhidos

 

Atualmente o Laframn acolhe e zela por 22 pessoas com Doença Motora de Origem Cerebral conhecida como Paralisia Cerebral.